Buscar
  • Laena

5 ERROS QUE A MAIORIA DOS VESTIBULANDOS DE MEDICINA COMETEM NA HORA DE ESTUDAR

Atualizado: 18 de Jul de 2018



Um dos questionamentos mais freqüentes que ouvimos dos nossos clientes é exatamente esse: “mas por que eu ainda não passei?”. Sabemos que são inúmeras as variáveis que interferem no caminho rumo à aprovação, contudo um dos fatores que mais atrapalham, sem dúvida, é a forma que se estuda os conteúdos. Diante disso, temos aqui 5 erros que a maioria dos Medbulandos comentem e que a partir de agora, não cometerão mais. Se liguem...


ERRO 1: ESTUDAR POR META DE TEMPO


O erro da maioria dos vestibulandos de medicina!

Muitas pessoas estudam baseadas na seguinte meta: hoje vou estudar 12h!!! E quais são os motivos pelos quais esse esquema de estudos não funciona?

O principal dele é a baixa adesão: Quando você coloca uma meta muito grande a ser cumprida a chance de você se boicotar e não terminar é muito grande. Nosso cérebro não trabalha bem com esse tipo de estímulo e na primeira oportunidade, você vai deixar de lado a meta.Outra questão é a baixa produtividade: se você coloca apenas uma meta de tempo existe uma probabilidade maior de você ficar esse tempo todo estudando apenas um conteúdo por exemplo, e com isso o seu dia de estudo acaba tendo pouquíssimo rendimento. Como resolver? Faça metas por atividades: defina quais são os tópicos e atividades que você precisa fazer no dia e cumpra-as. Como por exemplo: hoje vou estudar Geometria Plana, Fazer 35 exercícios de Feudalismo e uma redação. Pronto, ao cumprir essas metas sua sensação de produtividade será muito maior. Se você tiver a ajuda e conhecimento de um Coach para vestibulandos será ainda mais eficiente! Dá uma olhadinha nesse PDF GRATUITO para planejamento de estudo.


ERRO 2: ESTUDAR DE FORMA ULTRAPASSADA

Existe uma tendência muito grande das pessoas em estudarem com a leitura e escrita. Mas dependendo de como for esse estudo, ele pode ser pouquíssimo efetivo. A leitura é uma das atividades cognitivas que menos retém conteúdo na memória, nos lembramos de apenas cerca de 10% do que lemos! Conjugado a isso, a maioria das pessoas usam o grifo de marca-texto como um jeito de selecionar o que é importante do que está sendo lido. Acontece que a maioria das vezes, esse grifo não seleciona apenas o que é importante, ou seja, pequenas partes do texto e acaba sendo ineficaz. Essas são formas ultrapassadas e pouco eficientes de estudos, o ideal é que se estude de maneira ativa, ou seja, realmente produzindo materiais eficientes como estudar por exercícios, por exemplo.


ERRO 3: ESTUDAR FAZENDO CÓPIA

Casado com o modelo de estudos baseado exclusivamente na leitura e grifo, está um dos mais grave deles: cópias. Quem nunca copiou tudo que o professor passa no quadro ou em slides em sala de aula? Quem nunca gritou a famigerada frase: “Professor, não apaga, espera copiar” ou então quem nunca copiou o que acabou de ler no livro. A cópia é um recurso automático do qual o nosso cérebro não registra absolutamente nada do que está sendo feito, além disso, é uma atividade que leva tempo que acaba se tornando um desperdício. Uma forma de reverter isso, caso tenha muita necessidade de escrever, é sempre escrever com suas próprias palavras. Cópia nunca mais!Para conhecer novas técnicas de estudo da uma olhadinha no nosso canal no youtube! A Foccus coaching tem várias dicas lá para você!


coach-para-vestibular-medicina
Acesse nosso canal no Youtube!


ERRO 4: NÃO CONHECER A PROVA QUE VAI PRESTAR